Além da Superfície
< Voltar para home page

Economia

Comunidades locais e o setor de óleo e gás: uma relação de mão dupla

  As empresas do setor não se limitam às comunidades próximas às regiões de atividades, elas também investem em prol de melhorias de toda sociedade

As empresas do setor não se limitam às comunidades próximas às regiões de atividades, elas também investem em prol de melhorias de toda sociedade

Respeito à cultura local, transparência e preservação ambiental são as principais diretrizes das empresas do setor de óleo e gás quando iniciam atividades de exploração e produção em um novo local. Para que as petrolíferas possam se instalar em uma área, a comunidade local precisa ser ouvida e estar de acordo com as atividades. Além de reuniões prévias com representantes das comunidades, o licenciamento para atividades exploratórias ou produtoras do setor de óleo e gás incluem uma série de exigências a serem cumpridas pelas empresas.

Apoio a projetos sociais, rígido controle das normas de saúde e segurança, preservação da biodiversidade local são algumas dessas obrigações que as empresas assumem com a sociedade para que as suas atividades possam ser executadas.

Além das obrigações previstas nos processos de licenciamento ambiental, as empresas também atuam de maneira proativa para que os benefícios sejam positivos para as comunidades locais. Além dos impostos e royalties, as empresas investem sistematicamente em projetos de abrangência educacional, geração de emprego e renda, desenvolvimento econômico local, entre outros. Sempre através do diálogo, buscam estreitar laços e fortalecer os vínculos respeitando as pessoas, suas culturas e o ecossistema local. Essa relação harmônica e respeitosa entre comunidades e as empresas do setor é vantajosa para todos, gerando projetos impactantes e relevantes para ambas as partes.

Preocupação com toda sociedade

As empresas do setor não se limitam às comunidades próximas às regiões de atividades, elas também investem em prol de melhorias de toda sociedade. Para realizar essas iniciativas, o IBP (Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis) criou a Comissão de Responsabilidade Social com o objetivo de propor políticas e diretrizes que promovam a interatividade do setor com os públicos de interesse, identificando os assuntos mais importantes para a sociedade. A comissão tem como missão mobilizar e apoiar as empresas de petróleo, gás e biocombustíveis a construir e consolidar uma atuação socialmente responsável e que saiba equilibrar viabilidade econômica com responsabilidade social e ambiental.

Últimas novidades