Além da Superfície
< Voltar para home page

Transição energética

Como funciona a energia eólica?

  O setor de óleo e gás se faz presente com o fornecimento de matéria-prima para os equipamentos geradores de energia eólica

O setor de óleo e gás se faz presente com o fornecimento de matéria-prima para os equipamentos geradores de energia eólica

A energia eólica é produzida a partir da da energia cinética do vento, ou seja, das massas de ar em movimento. Além do vento, a energia solar é essencial para que em conjunto movimentem as pás captadoras. O uso da energia eólica é uma importante fonte de energia renovável no cenário de transição energética que o mundo está inserido. É estimado que até 2040, 46% da energia brasileira seja oriunda de fontes renováveis.

O setor de óleo e gás na produção de energia de fontes renováveis

O setor de óleo e gás se faz presente com o fornecimento de matéria-prima para os equipamentos geradores de energia eólica. Os aerofólios das turbinas contêm espuma e laminações externas feitas de resina de epóxi ou poliéster que são reforçadas com fibra de vidro. Esse vidro é produzido a partir da fusão dióxido de silício e outros óxidos minerais e é aquecido em fornos alimentados por gás natural. Já as resinas são feitas com etileno derivado de hidrocarbonetos. Os mais comuns são a nafta, gás liquefeito de petróleo (GLP) ou o etano em gás natural.
Além disso, toda a estrutura da tecnologia precisa ser impermeabilizada com resinas que utilizam etileno, um derivado do petróleo. Outro produto originário do setor de óleo e gás é o lubrificante utilizado nas caixas de engrenagem das turbinas.

Conheça o processo da energia eólica

Para instalar os geradores de energia eólica, é necessária a criação de parques eólicos. Esses parques precisam ser localizados onde haja uma densidade da massa de ar igual ou maior a 500 watts por metro quadrado, em uma altitude de 50 metros, e a velocidade do vento tem que ser de 7 a 8 metros por segundo.

A construção dos parques eólicos precisa da realização de Estudos de Impacto Ambiental (EIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) que são indispensáveis para a definição exata da localização em termos estratégicos e socioambientais.

Últimas novidades