Além da Superfície
< Voltar para home page

Petróleo

O que significam as siglas dos poços/embarcações?

  A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) é a responsável por estipular um significado para cada símbolo escrito nas embarcações de óleo e gás

A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) é a responsável por estipular um significado para cada símbolo escrito nas embarcações de óleo e gás

Você já deve ter reparado que os poços de óleo e gás recebem um símbolo com letras e números, mas sabia que eles não são escolhidos aleatoriamente? A Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) estipulou um significado para cada um deles. Essa nomenclatura foi criada para identificar, ordenar, classificar e indicar o ambiente do poço exploratório e a sua localização geográfica.

Veja abaixo como identificar esses poços:

Regras para nomenclatura de poços exploratórios

O primeiro número representa a finalidade do poço e segue a seguinte especificidade:

  • 1: Poço pioneiro
  • 2: Poço estratigráfico
  • 3: Poço de extensão
  • 4: Poço pioneiro adjacente
  • 5: Poço para jazida mais rasa
  • 6: Poço para jazida mais profunda

Uma sigla indica de qual empresa é a operação. A Petrobras, por exemplo é BRSA;

Uma ordem de perfuração fornecida pela ANP. Exemplo: 1244 foi o 1244º perfurado pela ANP naquela área;

A letra seguinte é correspondente ao tipo de perfuração de acordo com a geometria do poço:

  • Poço vertical: nesse caso, não constará uma letra na nomenclatura
  • Poço direcional: D
  • Poço horizontal: H
  • Poço partilhado ou multilateral: P
  • Poço repetido: Outras letras do alfabeto com exceção de D, H e P.

Em seguida, vem a sigla do estado onde o poço está localizado. Exemplo: SP para São Paulo, RJ para Rio de Janeiro. Quando tiver um ‘S’ depois do estado significa que é um ambiente submarino/marítimo.

Então, de acordo com as regras anteriores, o exemplo “3-BRSA-1244-SES” seria: um poço de extensão, Petrobras é a operadora, 1244º poço perfurado na área, localizado em Sergipe e marítimo).

Regra para nomenclatura de poços produtores:

O primeiro número representa o código da finalidade do poço:

  • 7: Poço de produção
  • 8: Poço de injeção
  • 9: Poço especial

Em seguida vem a sigla do campo produtor. Por exemplo, “LL” para o “Campo de Lula”;

Uma ordem de perfuração fornecida pela ANP. “38” significa que ele é o 38° campo autorizado pela Agência;

O tipo de perfuração definido pela geometria é representado por letras do alfabeto:

  • Poço vertical:  nesse caso, a letra não constará na nomenclatura

  • Poço direcional: D

  • Poço horizontal: H

  • Poço partilhado ou multilateral: P

  • Poço repetido: Letras do alfabeto com exceção de D, H e P.  

  • Em seguida, consta a sigla do estado que o poço está localizado. Exemplo: SP para São Paulo, RJ para Rio de Janeiro. Quando tem um ‘S’ depois do estado significa que é um ambiente submarino/marítimo;

Em um exemplo, o “8-LL-38D-RJS” seria um poço de injeção, localizado no campo de Lula, é o 38º poço perfurado após a criação da ANP, do tipo direcional, localizado no Rio de Janeiro e é uma operação marítima.



Últimas novidades